sexta-feira, 5 de fevereiro de 2021

PALESTRA, DÊ PODER A SUA VOZ

 

            A palavra “Palestra” vem do grego παλαίστρα, pelo latim palaestra, originalmente "local onde se executam exercício físicos"), às vezes chamada conferência, é uma apresentação oral que pretende apresentar informação ou ensinar pessoas a respeito de um assunto. Palestras são usadas para transmitir informação de natureza importante, histórica, prática, teórica e equacional.

             A palestra estabelece uma comunicação em apenas uma direção (palestrante > audiência), cabendo aos ouvintes uma participação reflexiva. As aulas expositivas são frequentemente comparadas com aprendizagem ativa. Já as palestras apresentadas por oradores talentosos podem ser altamente estimulantes para os ouvintes; assim, a aula expositiva sobrevive na academia como um método rápido, barato e eficiente de apresentar, para muitos estudantes, um campo de estudo particular.

             A palestra é a exposição de certas ideias por parte de alguém. É uma prática bem comum do meio acadêmico. Quem realiza é um palestrante e, normalmente, trata-se de um indivíduo com amplos conhecimentos de um tema e que deseja passar a determinado público.

             Na área de pesquisas é bem comum a realização de conferências ou congressos, através da qual diversos especialistas se reúnem para compartilhar seus conhecimentos sobre determinada disciplina. Dentro deste contexto, são realizadas palestras, ou seja, a exposição de um assunto que será abordado. Cada palestra permite uma visão particular e envolve um processo de investigação prévia

             Quais são as bases?

            O palestrante procura sintetizar uma informação ampla de forma que sua fala não se estenda muito, tornando-se agradável e divertida.

             O objetivo de uma palestra é que o público aprenda novos conhecimentos (podem ser teóricos ou práticos). Geralmente, quem assiste a uma palestra são profissionais qualificados que estão preparados para entender as reflexões ou as propostas do palestrante.

             Na maioria dos casos, o conteúdo das palestras é transcrito ou gravado com o objetivo de torná-las conhecidas e assim serem consultadas posteriormente.

             A palavra é o meio utilizado na maioria das palestras, entretanto, são utilizados suportes complementares de grande utilidade, como o Power Point ou transmissão de Vídeos de curta duração, dependendo do tempo proposta para palestra.

             Os especialistas em comunicação consideram que o fundamental de qualquer palestra está na adequação do seu conteúdo e ao público que será dirigido. Esta premissa é fundamental, pois não haveria sentido explicar algo que não seja entendido pelos participantes. Outro aspecto relevante é a capacidade de comunicação do palestrante, uma vez que é muito importante o que se diz e como é dito. Por este motivo, os palestrantes profissionais podem receber assessoria para melhorar sua oratória.

             Os eventos corporativos são uma estratégia cada vez mais presente no mundo dos negócios. Eles são fundamentais não só para expandir o conhecimento dos profissionais atuantes em uma organização e promover crescimento organizacional, mas para informar sobre as novidades e tendências de mercado, além de ampliar o networking.

             Existem diversos tipos e modalidades de eventos que variam de acordo com as necessidades e expectativas das empresas e instituições em diferentes situações.

             Confira, abaixo, a diferença de palestra, curso e workshop e qual a finalidade de cada um.

             Palestra

            A palestra nada mais é do que uma apresentação oral que tem como finalidade apresentar, de maneira objetiva, conteúdos importantes, novidades sobre determinado tema ou sobre o mercado em que a empresa está inserida.

            Esta modalidade de evento geralmente possui curta duração, entre 60 a 120 minutos, e dá abertura para os participantes fazerem perguntas ao final da apresentação.

             Curso

            Os cursos são conteúdos abordados de forma mais detalhada, com o objetivo de treinar, capacitar e ensinar os participantes sobre um determinado assunto.

            Geralmente possuem longa duração, entre semanas ou meses, e são ministrados por profissionais com foco em ensinar e transmitir seus conhecimentos a quem não entende do assunto ou busca o aperfeiçoamento.

             Workshop

            Os workshops são uma espécie de treinamento que abordam conteúdos de forma objetiva, prática e interativa, contando com a participação do público por meio de perguntas e comentários.

            Em determinados casos, eles podem ter até três momentos: apresentação do conteúdo, discussão e conclusão do workshop.

             As palestras podem ser dinâmicas, conter materiais de apoio para facilitar a compreensão do público a respeito do assunto abordado e pode ter abertura para perguntas feitas pelo público ao palestrante, o que a transforma em um espaço para fazer troca de ideias e conhecimentos.

             A escolha do tema deve ser feita atentamente e observando detalhes que facilitam a sua determinação de forma a transformar o seu evento em um sucesso entre o público. Mas de forma geral existem alguns temas que acabam sendo mais comuns.

  

            TIPOS DE PALESTRAS

             Palestras Motivacionais

            Está palestra pode ser desenvolvida em escolas, empresas e até mesmo para um público em aberto justamente por se aplicar a diferentes situações, pois o seu princípio é motivar as pessoas e fazê-las tomar atitudes que estimule o alcance de seus objetivos.

             Nesse caso, a palestra pode motivar, ensinar, favorecer a autoestima do público e ainda fazer com que as pessoas saiam diferentes do evento cogitando mudanças pontuais em sua vida.

             Este tipo de palestra é extremamente relevante a comunidade, pois ele não tem o objetivo apenas de ensinar as pessoas sobre lições que vão favorecer a sua vida, mas entender como o mundo funciona e que é indispensável trabalhar a sua motivação todos os dias para conseguir superar os obstáculos que surgem no seu caminho.

             Logo, ao desenvolver uma palestra motivacional é provável que o público saia menos estressado, ansioso e triste por receber estímulos para buscar a mudança, ter uma percepção favorável sobre si mesmo, melhorar a sua inteligência emocional e inclusive autoconhecimento.

  

            Palestras de Vendas

 

            Não importa o tipo de negócio que um empreendedor possui ou o porte da empresa: todos os funcionários precisam ser motivados e principalmente os colaboradores da área de vendas precisam participar de eventos voltados a venda que estimulam, qualificam e auxiliam.

             Na palestra de vendas é possível abordar temas como motivação, estratégia de vendas, gatilhos mentais e outras que vão favorecer a atitude dos colaboradores dentro e fora da empresa, pois o objetivo é provocar a mudança não importante onde.

             É uma palestra relevante justamente pelo fato de que a equipe de vendas é basicamente o coração de todas as empresas. Se o funcionário do setor de vendas não está bem e não consegue vender a empresa não lucra e se não há lucros ela pode deixar de existir. Ou seja, é um investimento essencial para a sobrevivência da empresa no mercado.

  

            Palestras de Liderança

             Ser um líder é essencial para o sucesso da sua equipe, mas muitas vezes o senso de liderança dos gestores se confunde com a autoridade e isso prejudica a evolução dos resultados de todos os seus colaboradores e até mesmo faz com que o clima organizacional fique ruim.

             É por isso que a palestra de liderança é essencial, pois não vai apenas ensinar o gestor a ser líder, mas demonstrar a ele a importância da liderança na busca pelo sucesso da empresa.

             Através da palestra de liderança também é possível é possível trabalhar a produtividade dos líderes e suas equipes, como também aumentar a retenção de talentos, desenvolver e aprimorar as habilidades dos líderes e criar engajamento entre o público da empresa favorecendo-a não apenas no mercado com o público, mas principalmente internamente.

 

             Palestras de Autoestima

            A autoestima é uma questão abordada cotidianamente nos consultórios de psicologia, pois ela pode prejudicar a vida das pessoas em diferentes magnitudes e por isso ela deve ser trabalhada para que a sua vida profissional, afetiva e outras não sejam prejudicadas.

             Trabalhar a autoestima é uma forma ampliar a sua confiança e com isso ter um aumento sobre a sua motivação pessoal, portanto, ela proporciona mudanças amplas em sua vida gerando mais paz interior, satisfação pessoal, facilidades para lidar com as relações e muitos outros.

             Em uma palestra de autoestima o palestrante pode ajudar o público a entender o que tem afetado a sua confiança ao ponto de impedir o seu crescimento, como também abordar maneiras de policiar a autos sabotagem e entre outros sinais de baixo autoestima.

  

            Palestras de Superação

            Passar por uma perda, decepção e outras situações que geram tristeza costuma provocam um baque muito grande na vida das pessoas e muitas vezes parece impossível superá-las, mas com a palestra de superação podemos abordar enxergar maneiras de superar os desafios.

             Este tipo de palestra não visa falar sobre a dor e sim sobre como respeitá-la sem que isso afete a sua vida profissional, amorosa e entre outros.

             É um tema que inspira, ajuda e faz com que muitos saiam com a sensação de leveza e desejo imediato de impor mudanças na sua vida. Este tipo de palestra tem a capacidade de despertar o potencial das pessoas estimulando a sua criatividade e principalmente fazê-las superar bloqueios e limitações que atrapalhavam o seu sucesso. Além disso, também podem impulsionar novos projetos e assim em diante.

  

            Palestras de Empreendedorismo

            Ser um empreendedor no Brasil não é fácil e os desafios começam desde o primeiro momento em que você decide embarcar na aventura de ter um negócio devido às inúmeras burocracias.

             Obviamente que chega um momento em que o desânimo toma conta de sua mente e a dificuldade pode fazê-lo pensar em desistir, mas com a palestra de empreendedorismo podemos enxergar maneiras de superar esses obstáculos e continuar de cabeça erguida em busca do seu sonho de ter um negócio de sucesso, lucrativo e reconhecido no mercado.

             Entre os principais benefícios ou vantagens em desenvolver uma palestra de empreendedorismo está a ampliação da visão empreendedora, a elevação dos resultados da empresa, maior consciência sobre a sua responsabilidade, maior produtividade e outros.

  

            Palestras de Atendimento ao Cliente

            Você sabia que os especialistas em negócios acreditam que os colaboradores de uma empresa têm o potencial de elevá-la no mercado como também a prejudicar? De fato, isso pode acontecer principalmente ao considerarmos o contato do colaborador com o cliente.

             Em uma palestra de atendimento ao cliente o foco é falar sobre a importância de atender o público com dedicação, responsabilidade e de uma forma com que ele se sinta especial.

             É através desse evento em que as equipes descobrem habilidades e são motivadas a prestar atendimentos personalizados para melhorar a relação do cliente com a empresa.

             Vale ressaltar que dentre os benefícios da palestra de atendimento ao cliente não está apenas o aumento das vendas de uma empresa, mas principalmente a mudança na forma como a marca é vista pelo consumidor, pois o cliente tende a confiar e admirá-la muito mais quando recebe um atendimento prestativo e que o deixa à vontade para observar a sua loja.

  

            Palestras de Trabalho em Equipe

             Na palestra de trabalho em equipe é possível conversar com jovens, profissionais e comunidades formadas por pessoas de todas as idades e profissões que precisam entender a importância de se trabalhar em equipe para alcançar um objetivo que favoreça a todos.

             Este tipo de palestra ensina, engaja e faz com que a pessoa se sinta motivada a fazer as suas atividades de forma diferente justamente por perceber que a máxima “juntos somos mais fortes” é uma realidade. Portanto, o evento estimula a mudança e atitudes positivas.

             Vale ressaltar que geralmente a palestra de trabalho em equipe é desenvolvida por empresas devido a necessidade de criar uma cultura de relacionamento saudável em todos os setores, pois afinal de contas uma empresa unida tem mais chance de alcançar o sucesso.

  

            Palestras SIPAT

             A palestra para SIPAT é uma semana interna das empresas que tem por finalidade proporcionar a redução dos números de acidentes de trabalho ou inclusive de doenças ocupacionais associadas.

             Através dessa semana as empresas com Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (CIPA) podem trabalhar com os seus colaboradores maneiras de educá-los e conscientizá-los sobre os cuidados com a sua saúde física e mental antes, durante e após o seu serviço.

             No caso, a palestra SIPAT é obrigatória às CIPAs e através dela será possível trabalhar temas que ensinam, estimulam e influenciam a equipe. Portanto, poderá conscientizá-los sobre os seus hábitos de saúde e segurança a fim de evitar danos a sua vida.

  

            Palestras sobre Dependência Química

             A palestra sobre dependência química pode ser desenvolvida tanto às pessoas que sofrem deste problema como também aos familiares e amigos que convivem com essas pessoas e buscam maneiras eficientes de lidar com a situação sem prejudicar o seu relacionamento.

             Essa é uma palestra que pode ser difícil para muitos, mas ao mesmo tempo ela é extremamente necessária tendo em vista os assuntos que ela aborda como a superação, a busca por ajuda, a paciência e outros que fazem diferença a todas as pessoas envolvidas.

             As vantagens são as mais diversas, mas em tese a participação em uma palestra sobre dependência química proporciona conhecimento, força, autoconfiança e principalmente estímulos ou motivação para a busca por mudanças.

  

            Palestras sobre Inovação

             A palestra sobre inovação é voltada para as pessoas que desejam encontrar alternativas favoráveis ao seu trabalho ou estudos.

             No caso, ela costuma ser mais voltada a empresas que desejam conversar com os seus funcionários sobre a importância de se diferenciarem no mercado através da inovação de seus serviços ou produtos, mas nada impede que outros públicos participam deste evento como jovens em escolas, igrejas e assim em diante.

             As temáticas abordadas nas palestras de inovação variam muito com o objetivo do desenvolvedor do evento, pois alguns tem como interesse estimular as ideias de sua equipe como também há outros em que o foco é ensinar sobre inovação e tecnologia.

             Ou seja, é uma palestra que enriquece o nível de conhecimento de todos os presentes permitindo que eles saiam inspirados a mudar os serviços que desenvolvem ou a desenvolver ideias que favorecem a sua profissão como também a empresa em que trabalham.

 https://pt.wikipedia.org/wiki/Palestra

https://conceitos.com/palestra/

https://www.ibccoaching.com.br/portal/coaching-carreira/saiba-diferenca-entre-palestra-curso-workshop/

 

segunda-feira, 27 de julho de 2020

MARKETING, A SUA FERRAMENTA

            O marketing está presente nas nossas vidas muito mais do que imaginamos. Faça uma caminhada pelas ruas da cidade, uma busca no Google, ligue a televisão ou o rádio, abra um jornal e você será impactado por alguma ação de marketing.

 “Marketing é a ciência e arte de explorar, criar e proporcionar valor para satisfazer necessidades de um público-alvo com rentabilidade. ”
Philip Kotler


            Marketing é a atividade, conjunto de instituições e processos para criar, comunicar, entregar e oferecer trocas com valor para os consumidores, clientes, parceiros e sociedade em geral.

            Isso mostra que o universo do marketing é vasto e compreende não só o ato de vender seu produto ou serviço, mas tudo que diz respeito a planejamento, pesquisa e posicionamento de mercado, por exemplo. Ou seja, pode-se dizer que o marketing é como uma balança entre o que o cliente quer e o os objetivos da empresa. Afinal, um bom marketing precisa gerar valor para ambas as partes: para a empresa e para o consumidor.

            Sim, mais você deve se perguntar: Onde eu que sou “pequeno” entro nisso?

            Simples! É feito neste caso um marketing de nível mais baixo e não tão agressivo. Mesmo porque o Prestador de Serviços ou MEI, tem inúmeras ferramentas que hoje estão à sua disposição de modo gratuito

            Então você entrar em outra questão: Poxa, mais meu entendimento gira apenas em torno da minha especialidade e também não tenho tempo para aprender e administrar estes recursos que estão disponíveis, uma pena...

            Errado! Nesta hora é que o designer gráfico entra em ação e oferece seus serviços. Podendo através de seu conhecimento e ferramentas incluir o seu serviço em todo este universo que é a vitrine digital.

            Por exemplo: você tem uma adega e a poucos quarteirões tem outra, e outra, e assim sucessivamente. Mais se sua adega é visível nas redes, você tem uma grande vantagem.

            Muitas pessoas hoje em dia não saem de casa sem antes dar uma olhada em seus smartphones, mesmo porque, pode existir uma grande chance de nem precisarem pôr os pés na rua

            Alguns cliques e pronto sua Adega aparece na pesquisa do cliente e se tiver delivery, melhor para ambos os lados

            E tudo isso foi feito sem muito esforço, apenas com o custo/benefício. Onde você fez um pequeno investimento, agregou valor ao trabalho de um designer e ficou visível para um cliente que buscava seu serviço

            Vale falar que marketing é uma palavra do idioma inglês, sendo derivada de market (mercado). Por isso, o marketing é muito além de vender um produto ou serviço e engloba também outras atividades relacionadas ao mercado.

            É difícil encontrar a primeira ação de marketing realizada na história, já que isso, além de ter acontecido há muito tempo, não foi documentado.

            Porém, olhando para a história, podemos dizer que as negociações entre pessoas existem desde os tempos mais remotos onde o processo todo era feito de boca a boca.

            Uma das invenções que facilitou o desenvolvimento do marketing foi a prensa tipográfica de Gutenberg, de 1450, que revolucionou a comunicação e facilitou o processo de distribuição intelectual. E desde este tempo não paramos mais de fazer impressos, que vão evoluído dia a dia. Não se enganem achando que as mídias digitais suplantaram as gráficas. Muito pelo contrário, as pessoas ainda estão pelas ruas onde podem ser abordadas visualmente por Banners em fachadas, Flyers entregues em mãos, Cartões de Visitas deixados em lugares estratégicos, Camisetas com estampas onde seu logo e contatos desfilam rotineiramente pelas ruas da cidade, Adesivos em carros podem ser vistos no transito da metrópole ou mesmo estacionados, ou seja, diversas possibilidades imagináveis.

            Agora um pouco de teoria. Os 4 Ps do Marketing:
            O conceito de 4Ps do marketing foi criado pelo professor Jerome McCarthy e muito difundido por Philip Kotler. É conhecido também como o mix de marketing, e representa os 4 pilares básicos de qualquer estratégia de marketing.

            Produto: a despeito do termo produto, este pilar do marketing defendido por McCarthy e Kotler aborda muito mais do que aquilo que é comercializado por determinada empresa. O conceito de produto, neste caso, engloba tudo aquilo que a empresa oferece aos clientes, ou seja, não apenas um produto que possa ser comprado, mais também uma prestação de serviços. Quando você chama um encanador, está adquirindo um produto que é a mão-de-obra deste profissional. Segundo Kotler e Armstrong, “produto é algo que pode ser oferecido a um mercado para apreciação, aquisição, uso ou consumo e para satisfazer um desejo ou uma necessidade”.

            Preço: precificar um produto pode parecer simples, só calcular os custos de produção, distribuição, divulgação, pessoal e venda, dividir pelo número de produtos vendidos, acrescentar uma margem de lucro e está pronto, ou no caso do prestador de serviços, avaliar a matéria-prima, o tempo gasto, se existem concorrentes, e assim calcular seu lucro. O “x” aqui é se diferenciar da concorrência, para se conseguir ter uma margem para trabalhar o preço. Em resumo: marcas que geram mais valor agregado para o cliente têm mais chances de serem escolhidas, mesmo que seu preço seja mais alto que o da concorrência.

            Praça: também chamado de distribuição, é o pilar que aborda o modo como o produto e/ou serviço são distribuídos no mercado, como o cliente chega até o produto/serviço, seja por pontos de venda, canais de distribuição, sites etc. Em resumo, esse é o ‘P’ responsável por responder de qual forma você vai chegar até o seu cliente. Nesse ‘P’, mais do que os canais de distribuição, também é preciso pensar na logística, como tornar o produto visível no mercado etc. Outra vez, é necessário compreender bastante suas personas na hora de levar esse aspecto em consideração. Afinal, não adianta investir nos melhores locais (físicos e digitais) para distribuir seu produto se seu público não está lá.

            Promoção: nada mais é do que a maneira de divulgação do produtor. Aqui, não estamos apenas falando dos canais de divulgação, mas também da comunicação e linguagem que será usada para atingir suas personas. Ou seja, como você vai tornar sua marca conhecida e fazer com que seu produto atenda às necessidades e desejos do seu público. Onde deve-se gerar alguns atrativos:
·         Desconto – quem não gosta de ao comprar um produto e serviço e ouvir a frase que acaba de ganhar um desconto por seu um cliente VIP?
·         Pontuação de fidelidade – aqui o cliente vai ganhar um bônus quando adquirir um certo número de compra de produtos
·         Parcerias (quando possível) – se você é um prestador de serviços que tem uma mídia digital pode oferecer par seu cliente assíduo um espaço para divulgar o serviço dele também, isso quase sempre gera um bom retorno para ambos os lados

            Verificar quais são os melhores canais (impresso, internet, rádio, TV) e ações de relações públicas para apresentar as suas ações para possíveis clientes? Quando e onde você pode divulgar, de forma eficiente, as mensagens de marketing do seu negócio para o seu público-alvo?

            Uma vez que o Marketing é a forma de que uma empresa tem de se comunicar com seus consumidores, clientes, parceiros e com a sociedade em geral, é natural que existem muitas formas de desenvolver essa comunicação, tanto no que diz respeito às estratégias quanto em relação ao formato ou ao meio em que essa comunicação é desenvolvida.

            O Marketing Digital é hoje em dia um dos mais viáveis e acessíveis, visto que, a internet está incorporada à nossa vida de tal maneira que é quase impossível fazer qualquer coisa sem ela. Desde coisas simples, como obter o telefone da pizzaria, até coisas complexas, como realizar pesquisas de opinião pública ou desenvolver um software de gestão de projetos, quase tudo passa pela internet.

            Não à toa, é cada vez mais difícil ver as pessoas desconectadas de seus celulares, com a internet ao alcance dos dedos. E se nossa vida já não é mais a mesma com a internet, o mesmo se pode dizer do processo de compra.

            É muito comum procurarmos produtos e serviços que queremos na internet, seja para pesquisar os melhores preços (quando já sabemos o que queremos), para buscar informações sobre determinado produto ou serviço (quando ainda estamos estudando a possibilidade de compra), ou mesmo descobrir mais sobre um problema que temos (quando ainda nem sabemos qual solução poderá nos ajudar).

            Marketing é o processo de atração, conversão e retenção de clientes por meio da geração de valor sobre um produto, serviço ou marca. O objetivo do marketing é satisfazer as necessidades do mercado e seus consumidores para criar relacionamentos valiosos e gerar lucro por meio das vendas.

            Você já ficou se perguntando como algumas empresas conseguem atrair tantos clientes? O que elas fazem para se destacar no mercado? Por que os produtos delas vendem tanto, enquanto outros ficam encalhados?

            O segredo do sucesso certamente passa pelo marketing.

            Objetivos do Marketing
            Você sabe dizer para que serve o marketing? Engana-se quem pensa que ele serve só para vender produtos. Os objetivos do marketing podem ser muito mais abrangentes e ajudar a alcançar diferentes resultados para as empresas e prestadores de serviços:
            1. Vender mais
            2. Fidelizar clientes
            3. Aumentar a visibilidade
            4. Gerenciar uma marca
            5. Construir boas relações
            6. Educar o mercado
            7. Engajar colaboradores
           
            A Look Line trabalha um conceito que é vender à “Satisfação ao seu Cliente” e não apenas um produto.

            Enquanto em lugares comuns você compra um logotipo ou um cartão de visitas e assim se encerra um processo. Aqui trabalhamos este diferencial, onde assim que seu produto é gerado ele é divulgado em diversas mídias. Gerando então um múltiplo benefício, que é visibilidade de sua marca em conjunto com nosso esforço agregado. Isso por si só já gera uma credibilidade muito grande, que é o de ser apresentado ou exposto em diversos canais de mídias.

            Quer aparecer em uma mídia específica? Entre em contato agora e vamos conversar sobre isso!


terça-feira, 23 de junho de 2020

EXTREMO LESTE - O CANAL DA SUA REGIÃO

FACEBOOK / Extremo Leste SP 
De segunda a sexta
Das 17h às 18h


PORQUE AQUI A GENTE MOSTRA A CARA!!! E OS FATOS!!!



UM CANAL COM O PERFIL DO BAIRRO
COM O FIM DE NOTICIAR E APOIAR A COMUNIDADE
VOCÊ NÃO PODE FICAR DE FORA DESSA!!!

Em Breve mais um canal regional


APOIO GRUPO BRASIL ASSESSORIA
ENTRE EM CONTATO E SEJA UM PARCEIRO TAMBÉM

quinta-feira, 18 de junho de 2020

QUAL A IMPORTÂNCIA DA CONSULTORIA EMPRESARIAL?



                A atividade de consultoria empresarial é uma relação de troca entre o empreendedor e o profissional, visando um objetivo ou a formulação de soluções para problemas de negócios em geral, desde aquisição de imóvel até mesmo de vendas de ativos em geral. Optar por uma boa consultoria é a melhor forma para o empreendedor contar com o apoio de profissionais extremamente capacitados e com experiência no mercado.
  
                O mundo dos negócios evoluiu, o que tornou possível (e necessária) a inserção de um novo tipo de profissional para atuar nesse segmento. Estamos falando do consultor de negócios. Muitas pessoas ainda confundem essa nomenclatura e não sabem ao certo o que é e desempenha esse profissional

                Para que você entenda melhor a função de um Consultor de Negócios e saiba qual o perfil desse profissional demandado pelo mercado iremos sanar aqui algumas dúvidas:
·         É preciso saber tudo sobre as etapas de uma transação de negócios, como avaliação de risco, tanto em relação a valores como em relação a assuntos ligados à sua arquitetura e aos pontos fortes e fracos, além de saber lidar com contratos, certidões, atestados diverso e toda a documentação ligada a esse tipo de negociação.
·         Ele tem uma atuação mais estratégica, que envolve conhecimento do dinamismo desse segmento, de uma forma mais teórica. É ele quem analisa as tendências de negócios, pesquisa a região e busca oportunidades únicas para a empresa, indicando os melhores momentos para as transações de compra ou venda de ativos ou passivos. Seus diagnósticos, mais aprofundados, estão ligados diretamente à tomada de decisão estratégica e ajudam a orientar tanto os clientes quanto os profissionais que estão na outra ponta do negócio, os quais podemos denominar aqui como vendedores de um determinado produto.
·         É um profissional capacitado para a constante atualização de duas informações sobre o mercado financeiro e sobre as tendências que movimentarão o segmento, com um olhar sempre à frente do que está acontecendo atualmente.
·         Um exemplo prático de sua atuação está na análise de viabilidade da construção de um empreendimento em determinado local. Para tanto, ele deve elaborar diagnósticos, ler sobre o assunto que envolve a transação e conhecer a região onde atua. A partir dessas análises, é capaz de identificar os cenários prováveis, propondo sugestões e ajudando a minimizar os riscos do negócio e a possibilidade de prejuízos.
·         Dentro de todas as oportunidades de atuação de um Consultor de Negócios, a via do empreendedorismo é uma das que mais abrem chances para a geração de negócios na sua carreira. A parceria com uma franquia que presta assessoria a compradores e vendedores de ramos diversos ou incorporadores, por exemplo, garante ao profissional a maximização das suas transações.


                O trabalho do Consultor de Negócios

                Normalmente, pensamos na compra ou aluguel de um ativo como a realização do sonho de seu próprio negócio, não é mesmo? Contudo, adquirir um ativo ou mesmo aluga-lo, também é um investimento financeiro.

                Da mesma forma que existem especialistas em ações de empresas, em fundos de pensão ou renda fixa, também existem profissionais especializados no mercado comercial, como um investimento. Eles são os Consultores de Negócios.

                Um Consultor de Negócios deve ter a experiência de diversos profissionais, mas o contrário não é necessário. Esse profissional deve estar atento a qualquer fator capaz de impactar o mercado, como mudanças na taxa básica de juros, alta do Dólar, alterações na política, investimentos das grandes construtoras etc.

                O consultor precisa estar bem-informado e ser capaz de interpretar esses dados, gerando uma análise, uma vez que ele orientará investidores em potencial sobre o que eles devem fazer para realizar o melhor investimento.

                O consultor deve entender o que forma a valorização de um negócio:
·         No caso de um imóvel, por exemplo, o seu projeto de design de interior, os imóveis embutidos, a localização etc. são fatores que contribuem para que uma compra se torne um bom investimento financeiro.
·         Deve entender desses aspectos, uma vez que eles podem passar despercebidos pelo comprador. É papel desse profissional alertá-lo para riscos e oportunidades que o cliente não percebeu.
·         Por isso, é comum que profissionais das mais diversas áreas atuem como Consultores de Negócios: contabilistas, economistas, arquitetos, empresários do ramo da construção civil etc: muitos deles conseguem trazer sua experiência para um novo mercado, oferecendo consultoria.
·         Lembremos que existem muitos tipos de clientes que investem no mercado em geral, desde grandes empresas que compram terrenos ou construtoras, investidores do ramo agropecuário que buscam oportunidades querendo adquirir mais cabeças de gado, ou mesmo maquinários para seus negócios agropecuário, etc. Cabe ao consultor estar atento às oportunidades que a cidade tem a oferecer.


            FORMAÇÃO
  •        Bacharel em Ciências Contábeis;
  •        Bacharel em Ciências do Direito;
  •        Curso de Extensão UNICAMP – Gestão Estratégica Pública.

  
             ÁREA DE CONHECIMENTO
  •                Administrativa;
  •                Contábil;
  •                Jurídica.

   
DESENVOLVIMENTO NOS ÚLTIMOS DEZ ANOS

            Trajetória de carreira iniciada como perito contador, gerente, nos últimos anos passou a atuar peritagem e consultoria empresarial, as principais atividades são descritas abaixo:
  •        Assessoramento na avaliação de empresas, identificando a viabilidade econômico-financeira e os investimentos necessários ao financiamento das operações;
  •              Peritagem em empresas e em processos judiciais e extrajudiciais;
  •              No campo do Direito Trabalhista.
  •              Sócio da MELO & LIMA – CONSULTORIA DE NEGÓCIOS EIRELI
  •                 Diretor Adm./Financeira – Setec - Autarquia Municipal de Campinas – SP.
  •                Secretário Adjunto da Secretaria Municipal de Governo de Suzano.